O sono do bebé

sem nome3

Um recém-nascido dorme de acordo com suas necessidades, raramente durante as horas que nos convém! Após o nascimento, o bebé não diferencia o dia da noite. Dorme por períodos de 2 a 4 horas (cerca de 2 horas se é amamentado). Acorda para satisfazer as suas necessidades básicas como comer e poder saciar a sua fome. O relógio biológico que regula os seus períodos de despertar e de sono ainda não é ajustado.
Dia e noite: como ajudar o bebé a distingui-los
Privilegie a tranquilidade quando lhe dá de comer à noite. Diminua a luz, não fale com ele e mude-lhe a fralda na sua cama e, apenas, se for necessário. As sestas podem ser feitas noutros espaços que não a sua cama e com luz normal. Assim que a criança começa a diferenciar melhor o dia e noite, as sestas serão melhor realizadas se forem feitas na sua própria cama e na penumbra, para promover um longo sono e a recuperação necessária.
À noite, coloque-o no fundo da cama (prevenção do síndrome de morte súbita infantil), com os pés contra a base da cama. Coloque um pijama quente ou fresco consoante as estações do ano e um cobertor leve sobre seus pés. Uma temperatura mais fresca desencadeia mais facilmente o sono. A temperatura ambiente deve ser de 20 ° ou 21 ° C. Para evitar o risco de asfixia, não deixe qualquer outra coisa na sua cama: travesseiro, almofada, etc. Como alternativa, pode enrolá-lo num cobertor de algodão, apertando-o bem. Nas primeiras semanas, este método vai ajudar o seu filho a sentir-se seguro, como quando estava no útero.
Onde deve dormir o seu bebé?
Não existem regras absolutas. A única coisa que importa é que o bebé deve ter toda a segurança e os pais e os outros membros da família devem sentir-se confortáveis. Idealmente, nas primeiras semanas de vida, a cama de bebé deve ser colocada no quarto dos pais. Mas, se, por alguma razão, esta solução não é pacífica para eles, em função, por exemplo, dos barulhos que o bebé vai fazendo durante a noite, pode por a cama no quarto do bebé.
Como conseguir um tempo de pausa
Nos primeiros dias ou até mesmo nas primeiras semanas após a chegada de um bebé, os pais estão radiantes e desejosos de integrar o bebé em suas vidas. Mesmo que as mães/pais durmam apenas 4 horas por noite, nos primeiros dias não vão sentir-se muito cansados. Mas, no final do primeiro mês, a falta de descanso afeta verdadeiramente a sua disponibilidade pelo cansaço provocado pela contínua falta de descanso. Não é raro, as mães sentirem-se tristes, situação que deve ser compreendida pelos próprios e pelos outros como um estado natural. Uma nova criança requer a adaptação de todos os membros da família, e essa adaptação não se faz num ápice, é um processo que leva o seu tempo.
Dicas para resolver estes problemas
• Aproveite o tempo em que o bebé dorme para dormir também, independentemente de ser manhã, tarde ou noite.
• Aceite toda a ajuda que lhe for oferecida seja para a limpar a casa, lavar ou cozinhar. Qualquer ajuda permitirá que a mãe relaxe um pouco.
• Se a mãe amamenta, o pai pode trazer o bebé para a sua cama durante a noite: assim, a amamentação vai ser confortável, enquanto você está deitada.
• Combine com o pai, que de noite ele se responsabiliza pelos biberões do início e meio da noite, caso o bebé não esteja a ser amamentado. Desta forma, a mãe ficará mais distendida
• Partilhe com o pai a logística dos biberões, se você não pode amamentar.
• Para que o bebé aprenda a diferenciar o dia da noite, durante os sonos de dia coloque-o noutro sítio que não na sua própria cama ou alcofa (onde dorme durante a noite). Ao longo do dia, o bebé deve ouvir os sons habituais da casa.

images4

Para ajudar a dormir
Em relação ao sono cada bebé é único. Para dormir de noite durante 5 ou 6 horas seguidas sem se alimentar, o bebé deve ser capaz de fazer as necessárias reservas de energia. Deve, também, aprender a ajustar o seu relógio biológico, ou seja, as variações de temperatura do corpo, o seu sistema cardiovascular e seus ciclos hormonais. Isto vai ajudá-lo a dormir melhor.
O que a literatura e a experiência de vida nos dizem
Cada recém-nascido aprende a adaptar as noites ao seu próprio ritmo, assim como aprende, um dia, a engatinhar e a andar. O papel dos pais é o de apoiar a criança neste processo.
Com 2 meses (8 semanas), apenas 1 bebé em cada 4 dorme no mínimo 5 a 6 horas seguidas, habitualmente entre a 11 horas da noite e as 8 horas da manhã. Aos 4 meses, 3 em 4 bebés conseguem fazê-lo. Mas, nalguns casos, pode haver um retrocesso. Por exemplo, na época de picos de crescimento (entre a 1ª e a 3ª semanas, a 6ª e a 8ª semanas, e entre os 3 e os 6 meses), o bebé pode pedir mais biberão, situação que pode acontecer durante 2 a 3 dias.
Verifique o conforto do bebé:
• Se ele está seco.
• Se a temperatura da sala é confortável (20 ° ou 21 ° C,).
• Se o ruído de fundo é aceitável.
• Se veste roupas apropriadas para a época.
• Que não há fumo de cigarros ou de outras substâncias.
• Se consegue estabelecer uma pequena rotina antes de dormir, isto é faz as mesmas coisas ao mesmo tempo, para que o bebé reconheça o momento de sono e o prepare. Se o acostumar, gradualmente, a dormir sozinho, sem o peito, o biberão ou o colo, a criança estará mais preparada para prever a hora de dormir por volta dos 3, 4 meses.
Coloque-o na cama antes que ele tenha adormecido e, depois de lhe ter cantado uma pequena canção e desejado uma boa noite.
• Evite que o bebé associe os períodos de sono a um beberão ou mamada. Alimente-o depois da sesta, por exemplo. Pense que tudo o que lhe lembra a sua vida intra-uterina trazer-lhe-á calma: um doce embalo calor, música, as vozes dos pais, um porta bebés ventral o odor materno, uma bolsa ventral. Embrulhe-o num cobertor fino para lhe lembrar a sua vida intra-uterina. Faça-o, especialmente se ele tiver um sono descontínuo, se dormir mal ou acordar com frequência. Gradualmente, vá aliviando o cobertor para permitir o movimento das mãos para a boca. Ao longo do tempo, este comportamento irá promover a autonomia para adormecer.
• Tente alimentá-lo mesmo antes de dormir para desfrutar de uma noite mais longa.
• Faça silêncio quando lhe dá de comer à noite para o ajudar a distinguir o ritmo do dia e o da noite. Diminua a luz, não fale, e se tiver que o mudar, faça-o com muita calma. Se lhe parecer que o bebé está seco, não necessita de o mudar. Assim, ele vai rapidamente encontrar o sono. Durante o dia, pelo contrário, poderá estimulá-lo, levá-lo ao parque, etc. Deixe entrar luz pela janela durante as sestas.
Despertares noturnos
Um recém-nascido passa por diferentes tipos de sono: sonolência (estado entre a vigília e o sono), sono e sono inquieto de silêncio (neste caso, a cara é expressiva, e os olhos movem-se sob as pálpebras). Em geral, num período de sono de 2-3 horas, verifica-se o sono inquieto e o sono profundo e estas fases podem alternar 2 a 3 vezes no caso de um bebé que comeu bem.
Se seu sono é agitado, pode fazer caretas, sorrir e chorar às vezes. Isso é normal, e não há necessidade de acordá-lo. Por outro lado, se o bebé está realmente acordado, e tem fome, mexe o corpo todo e, habitualmente, abre muito os olhos.

Acima de tudo, acredite que os bebés aprendem rapidamente e precisam de rotinas, logo desde o início.

Manuela Machado

Anúncios

Deixar um comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s