A disciplina como instrumento educativo. Estratégias para a modificação de comportamentos

transferir (2)

 Não podemos afirmar que numa escola existem problemas de disciplina. É mais correcto dizer-se que numa escola há alguns alunos com problemas de disciplina e de comportamento cuja actuação merece particular atenção.

Sendo a escola um lugar de formação por excelência, a solução não é excluir os que causam problemas mas compreender e agir face a cada aluno segundo as suas características e necessidades.

Muito mais do que punir e, como se trata de pessoas em formação, é preciso estabelecer um sistema de estímulos que favoreçam o desenvolvimento da responsabilidade dos alunos. Esta estratégia exige uma actuação continuada dos professores dado que os alunos não mudam de um dia para o outro e os seus comportamentos são o resultado de vivências familiares e comunitárias muito precoces.

A primeira regra e talvez a mais importante respeita à necessidade do professor tratar seus alunos com estima e respeito. Para estar em condições de educar, o professor precisa de estabelecer relações cordiais e afectuosas com seus alunos; criar um ambiente estimulante de compreensão e colaboração, usando de atitudes amistosas e pacientes com todos os alunos sem distinção.

É neste ambiente de cordialidade que se devem envolver as relações professor – aluno. Para se transformar os comportamentos e o padrão de interacção que alguns dos alunos interiorizaram (na família) os professores têm que criar um ambiente de respeito, de afecto e de tranquilidade para os alunos. Estes comportamentos, sendo opostos aos que os alunos viveram e vivem em casa, vão permitir uma mudança radical na sua relação com o outro. Na escola, na sala de aula, não pode, não deve haver lugar a comportamentos, palavras ou gestos que signifiquem menosprezo; que traduzam a ridicularização de um aluno perante os seus companheiros, ou a impaciência perante os seus erros.

Um dos factores que mais estimula a indisciplina, ou a falta de consideração dos alunos por um professor é a falta de coerência entre o que o professor diz e o que ele faz, entre os valores que ele tenta transmitir aos alunos e os que ele mesmo vive e expressa.

Sabemos também que existem comportamentos que pela gravidade e transtornos que provocam nos demais podem prejudicar o andamento normal da classe e o bom ambiente entre os alunos. Nessas ocasiões em que se põe à prova a qualidade humana e profissional do professor, importa e muito agir com bom senso e sensibilidade.

O mau comportamento é com frequência, consequência de condições desfavoráveis do ambiente escolar: locais e mobiliários inadequados, falta de unidade e critério dos professores, etc.,

Nos casos em que a indisciplina é colectiva, em que a maioria dos alunos de uma classe se comporta com irresponsabilidade, as causas podem estar em diversas condições ambientais que influenciam a realidade escolar. Estas condições devem ser analisadas com objectividade e identificadas para que se possa tratá-las de modo adequado. Por exemplo, há que perguntar: “As instalações são funcionais?” “O número de alunos na classe é adequado?”; “As actividades escolares são apelativas e motivadoras para os alunos?”; “Os profissionais actuam face aos alunos e aos comportamentos de formas diversas, demonstrando falta de coesão e diálogo?”.

As soluções para os chamados problemas de “indisciplina” deverão estar baseados numa análise exaustiva da situação, na reflexão, no diálogo e em técnicas que capacitem os alunos para o autocontrole e para a responsabilização pelo seu comportamento.

Temos que deixar claro que para nós a responsabilidade pelo comportamento dos alunos na aula não está centrada unicamente nos professores, mas, não podemos deixar de afirmar que sempre que os professores actuam com competência profissional, unidade e coerência, sentindo-se responsáveis pelo que ocorre à sua volta, os comportamentos inadequados ficam restritos a poucos alunos, com problemas muitas vezes de origem extra-escolar.

Machado, Manuela. (2012). Melhores práticas psicológicas, Maior qualidade de ensino. Lisboa. Edições Vieira da Silva

 

Anúncios

Deixar um comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s