A Motivação na Aprendizagem

Para a minha neta Ana, menina sensível, inteligente e muito interessada nas coisas da vida. E a escola Ana?

 imagesILTQCQ91Todos sabemos e a investigação tem vindo a comprovar os dados empíricos que um educador motivado que gosta do que faz, que se entusiasma no trabalho que desenvolve com os seus alunos, que tem capacidade de iniciativa e sentido de organização, tem alunos motivados.

É muito importante que os professores assumam o pressuposto de que a desmotivação interfere negativamente no processo de ensino-aprendizagem, e entre as causas da falta de motivação, estão, em muitos casos, a forma como o professor gere o planeamento e o desenvolvimento das aulas O professor deve fundamentar o seu trabalho conforme as necessidades de seus alunos, considerando sempre o momento emocional e as ansiedades que permeiam a vida do aluno naquele momento.

Autores como Burochovitch & Bzuneck (2001, p. 13) referem que a motivação se tornou um problema de ponta em educação, pela simples constatação de que, em paridade com outras condições, a sua ausência representa uma queda, muitas vezes significativa do investimento pessoal de qualidade nas tarefas de aprendizagem.

Os professores queixam-se muito frequentemente de que os seus alunos não estão interessados nas aulas, nas matérias curriculares e não se motivam para as aprendizagens. Muitos dos professores com quem tenho contactado perguntam-me e pedem-me apoio e estratégias para motivar os alunos e fazer das suas aulas um verdadeiro laboratório de aprendizagens.

Se quisermos definir motivação, muitos manuais e dicionários, explicitam o conceito de motivação como a disposição para prosseguir motivos e causas. Estar motivado é estar animado, é estar entusiasmado. Mas para isso, é necessário ter motivos fortes para atingir esse estado.

Para que se faça qualquer coisa na nossa vida, é necessário primeiro que haja vontade para a realizar, caso contrário nada acontece. Isso também ocorre na educação. A educação requer acção e a aprendizagem não é mais do que o resultado dessa acção, Mas para que se realize a acção e esta resulte em “novos saberes” é, antes de mais, necessário que haja vontade, vontade de aprender.

Qual o papel do professor na missão de ensinar

images40511F9R

O professor deve descobrir estratégias, recursos para fazer com que o aluno queira aprender, noutras palavras, deve fornecer estímulos para que o aluno se sinta motivado a aprender. Como por exemplo:

  • Dar tratamento igual a todos os alunos;
  • Aproveitar as vivências que o aluno já tem e traz para a escola no momento de montar o currículo, incluir temas que tenham relação com as suas próprias vidas e vivências, isto é, que estejam ligados à realidade do aluno, à sua história de vida, e respeitem a sua vida social, familiar;
  • Mostrar-se disponível para o aluno, ou seja, mostrar que ele pode contar sempre com o professor;
  • Ser paciente e compreensivo com o aluno;
  • Procurar elevar a auto-estima do aluno, respeitando-o e valorizando-o;
  • Utilizar métodos e estratégias variadas e propostas de actividades desafiadoras;
  • Mostrar-se aberto e afetivo para e com o aluno;
  • “Acolher” realmente o aluno;
  • Dar carinho e limites na medida certa e no momento adequado;
  • Manter sempre um bom relacionamento com o aluno, e consequentemente, um clima de harmonia;
  • Fazer de cada aula um momento de real reflexão;
  • Ter expectativas positivas acerca do aluno;
  • Saber ouvir o aluno;
  • Não o ridicularizar;
  • Gostar muito do que faz, e da sua profissão de professor;
  • Mostrar ao aluno que ele pode fazer a diferença, isto é, que ele tem o seu lugar e o seu valor no mundo;
  • Perceber que ele, o professor, pode fazer a “, para o aluno;
  • O professor deve ensinar o aluno a ser ético e crítico, mostrando-lhe que a crítica é boa, desde que feita de maneira adequada e que a ética é fundamental em qualquer relacionamento humano, em qualquer ambiente: familiar, social, escolar, entre outros.

A motivação deve receber especial atenção e ser mais considerada pelas pessoas que mantêm contacto com as crianças, realçando a importância desta esfera no seu desenvolvimento. A motivação é energia para a aprendizagem, o convívio social, os afitos, o exercício das capacidades gerais do cérebro, da superação, da participação, da conquista, da defesa, entre outros.

Pais, educadores e especialistas que lidam com as crianças devem levar em conta a importância da construção motivacional na infância, antevendo as suas consequências futuras, tais como a autopercepção e o hábito de desenvolver a motivação intrínseca, reduzindo a necessidade de buscar motivação extrínseca para a realização de alguma tarefa.

De entre os mecanismos que podem ser utilizados para a motivação da criança, um dos mais citados é o método expositivo verbal o qual pode ser muito eficiente se e só se o professor conseguir mobilizar a actividade interna do aluno para que ele venha a concentrar-se e a pensar, combinando com outros procedimentos, como o trabalho independente e o trabalho em grupo, além da conjugação com demonstração, ilustração e a exemplificação, possibilitando o enriquecimento da aula expositiva. A exposição verbal é um procedimento valioso para a aprendizagem, se o conteúdo da aula for interessante para a criança, e se se vincular com seus conhecimentos e experiências prévias,

Para atrair a atenção do aluno para o assunto estudado, convém estimular todos os sentidos, lembrar filmes sobre o assunto, aguçar a curiosidade das crianças pois quanto mais jovem o aluno, maior a necessidade de se utilizar recursos variados.

O conhecimento do progresso é um outro factor importante para a eficiência da aprendizagem, pois sem conhecer o resultado de seu esforço o aluno vai desinteressar-se do processo de aprendizagem em que está envolvido e o seu rendimento será muito menor.

Referência Bibliográficas

BORUCHOVITCH, E.; BZUNECK, J. A. (orgs.). A motivação do aluno: contribuições da psicologia contemporânea. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

Advertisements

Deixar um comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s