O ensino do inglês no 1º Ciclo do EB

O que nos diz a maior parte dos políticos que se têm oposto à decisão de acabar com o ensino do inglês no 1o Ciclo do EB?

“O Governo acaba de decidir por despacho, sem nenhum debate público, que acaba com o inglês obrigatório no primeiro ciclo. (…) Todos os dias, ativamente, à socapa, escondido dos portugueses e portuguesas, o Governo toma decisões que são retrocessos civilizacionais” (Catarina Martins, 18 de Setembro de 2013 no CM).

O que nos diz a União Europeia sobre o ensino precoce de uma segunda língua?

Na Resolução do Conselho de 21 de Novembro de 2008 sobre uma estratégia europeia a favor do multilinguismo de 14 de Fevereiro de 2002 [1] pode ler-se:

– O conhecimento de línguas é uma das competências essenciais necessárias a cada cidadão para participar de forma efectiva na Sociedade Europeia do Conhecimento, promovendo assim ao mesmo tempo a integração na sociedade e a coesão social;

– a referência às conclusões do Conselho Europeu de Barcelona, de 15 e 16 de Março de 2002, que apelam à prossecução da acção com vista a desenvolver o domínio das competências de base, nomeadamente através do ensino de pelo menos duas línguas estrangeiras desde a idade mais precoce.

Por sua vez, a Resolução do Conselho da Europa, de 21 de Novembro de 2008, sobre uma estratégia europeia a favor do multilinguismo (2008/C 320/01), convida os estados- membros e a comissão, no âmbito das respectivas competências e no pleno respeito do princípio da subsidiariedade, a, entre outras:

– Promover o multilinguismo para reforçar a coesão social, o diálogo intercultural e a construção europeia

– Envidar esforços para proporcionar aos jovens, desde a mais tenra infância e, para além do ensino geral, também no ensino profissional e superior, uma oferta diversificada e de elevada qualidade em matéria de ensino das línguas e das culturas que lhes permita adquirir o domínio de pelo menos duas línguas estrangeiras, o que constitui um factor de integração na sociedade do conhecimento.

Podemos, então concluir que para a construção europeia, para além de outras estratégias, é determinante a emergência de uma consciência europeia, consciência, essa, que será desenvolvida sob a responsabilidade das escolas, do ensino e, concretamente, do currículo a adotar. É, desta forma, manifesto o papel determinante que o ensino básico desempenha na socialização da criança, numa sociedade actual que inclui e é construída por identidades culturais e linguísticas múltiplas. A aprendizagem de uma segunda língua (para além da língua materna), é um elemento aglutinador da referida dimensão europeia, porque instrumento de coesão de culturas diversas que a ela estão associadas.

O que nos diz a Psicologia do Desenvolvimento, da Aprendizagem e da Educação.

A investigação realizada nas últimas décadas explorou de forma clara a relação entre bilinguismo e aspectos específicos do desenvolvimento linguístico e cognitivo. São claras as conclusões destes estudos: o bilinguismo está directamente associado ao nível de

desenvolvimento cognitivo. A investigação revela ainda, que as crianças bilingues tê3m maior flexibilidade cognitiva, maior consciência metalinguística, maior capacidade de elaborar conceitos e maior criatividade. Sabe, hoje, também, que a aprendizagem da segunda língua é adicionada como um suplemento ou um enriquecimento da língua materna e não havendo qualquer risco da eliminação desta ou prejuízo da sua eficiência.

As consequências de tal medida são dificilmente recuperadas num espaço que se quer europeu e onde se defende a igualdade de oportunidades. 

Advertisements

Deixar um comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s